A Inteligência Artificial como propulsora de vendas

A Inteligência Artificial como propulsora de vendas

Não mais adianta postergar: é já hora de entrar no futuro e utilizar a Inteligência Artificial como propulsora de vendas

 

Se, até agora, não tentou inteirar-se do assunto porque acha que é coisa de outro mundo, prepare-se: apesar de muito recente e ainda em estudo e em desenvolvimento, a Inteligência Artificial faz já parte da realidade global. E, se não pode vencê-la, que tal fazer dela a sua mais nova aliada?

Por enquanto, os especialistas e estudiosos de tecnologia estão ainda a investigar todos os campos possíveis onde a IA pode auxiliar o ser humano. Mas, sem dúvida, em alguns segmentos de negócio ela está já a atuar e a causar um grande impacto, como é o caso das vendas B2C e do atendimento ao cliente.

Quando se fala em gerar mais vendas, qualquer nova ferramenta ganha a atenção das empresas. Afinal, o sucesso da área comercial é o princípio, meio e fim de todo processo corporativo. Qualquer segmento de negócio, por mais amplo e diversificado que seja, tem como objetivo ganhar, agradar e fidelizar cada vez mais clientes. Correto?

 

Conheça de perto o seu “ex-inimigo”

A Inteligência Artificial, utilizada para aumentar as vendas, engloba inúmeras vantagens — principalmente se comparada a outros recursos disponíveis. Porém, é essencial saber empregar bem todo o seu potencial e o fazer da maneira certa. Por exemplo, o emprego desta tecnologia para a manutenção de dados. Basicamente, a IA faz a análise de informações antigas e atuais, produzindo “insights” e elevando a possibilidade de atrair mais leads.

Por isso, fazer uma apurada coleta de dados dos leads é de suma importância, principalmente quando se trabalha com a IA. A tecnologia torna o funil de vendas muito mais eficiente e, deste modo, pode elevar muito a taxa de conversão. Inclusive, quando todo o contacto com o cliente é por meio eletrónico (email, chats e Apps de mensagens), a Inteligência Artificial é especialmente útil e competente.

Assim, neste sistema, se a IA estiver integrada a um programa de CRM (Customer Relationship Management, ou gestão de relacionamentos com o cliente), pode coletar dados, fazer levantamentos e auxiliar o vendedor a não só prever os próximos passos, mas também a estar preparado para iniciar uma abordagem mais conveniente ao consumidor.

 

A IA ajuda também a aperfeiçoar recursos e ferramentas

Como a análise de dados é conduzida de forma mais eficiente e sem a possibilidade de erros, as previsões concedidas pela IA passam a ser mais precisas, como na avaliação de um lead, por exemplo. Basicamente, a Inteligência Artificial permite encontrar insights a partir das informações coletadas dos leads, dos clientes e até das etapas iniciais de vendas. Diante disso, há mais precisão nos relatórios e, como consequência, nas análises dos resultados.

Além disso, a Inteligência Artificial melhorou expressivamente os processos de automação. Alguns recursos, como os “chatbots”, ficaram mais eficientes e passaram por uma grande transformação, sendo capazes de dar respostas mais rápidas e personalizadas. Deste modo, o atendimento ao cliente, muitas vezes, é resolvido sem que seja necessária a intervenção humana.

Com um “chatbot” programado, é viável, inclusive, levar automaticamente um possível cliente para as primeiras etapas do funil. E há, também, a possibilidade de gerar textos a partir de “prompts”. Com isto, pode-se desenvolver e-mails de vendas e até os programar para serem disparados de acordo com as ações específicas tomadas pelo lead.

Sobretudo, o uso da Inteligência Artificial vem se mostrando essencial para a execução daquelas tarefas que exigem menos esforço intelectual. A automação proporcionada pela IA é bem maior e mais direcionada, portanto, as equipas não precisam de se preocupar tanto com o contacto com o cliente e, deste modo, pode garantir com mais eficiência a satisfação do cliente.

 

Deixe o futuro chegar na sua empresa com a WhatsHub.

Quer entar no mundo do comércio eletrónico? Conheça a BIGsales!